Bairros Históricos e Localidades Típicas

Em algumas cidades catarinenses existem bairros históricos, colônias e comunidades típicas, onde você pode ter contato mais próximo com as tradições, o folclore e a gastronomia herdada dos povos colonizadores. Mercados públicos e associações tradicionais também são locais onde os costumes e a cultura local podem ser vivenciados de forma autêntica.

Grande Florianópolis

Águas Mornas


Colônia de Vargem Grande
Fundada em 1837 por dissidentes da colônia de São Pedro de Alcântara, abriga o Parque Aquático Sol de Verão e a Gruta Nossa Senhora de Lourdes. BR-282, a 3 km do Centro.

Colônia Santa Isabel
Fundada em 1847, é a mais típica entre as colônias germânicas de Águas Mornas. Abriga, em meio à fascinante paisagem, o Parque Aquático Primavera e a loja de artesanato Scheidd, onde você encontrará peças de madeira exclusivas. Localizada às margens da BR-282.

Colônia de Teresópolis
Fundada em 1860, possui duas belas igrejas, com torres elevadas, que representam as fés católica e evangélica. Acesso pela SC-431, a 15 km do Centro.


Anitápolis


Centro Histórico
Inclui o antigo prédio do Patronato Agrícola, o Arquivo Público, a Biblioteca Municipal, a Casa Paroquial e casas em estilo germânico.


Florianópolis


Centro Histórico
O Centro de Florianópolis reúne uma série de construções de importância histórica. Não deixe de conferir a Catedral Metropolitana, de 1753; a Praça XV de Novembro, onde fica a figueira centenária; o Palácio Cruz e Souza, construído no século XVIII (atualmente sede do Museu Histórico de Santa Catarina); o Teatro Álvaro de Carvalho (totalmente restaurado e em atividade); a casa em que nasceu o famoso pintor Victor Meirelles e também o Mercado Público e a Casa da Alfândega, onde são vendidos artesanatos e produtos coloniais de todo o estado.

Santo Antônio de Lisboa
Antigo núcleo de colonização açoriana, localizada no caminho das praias do Norte da Ilha, com casario de época e boa oferta de restaurantes especializados em frutos do mar. É um dos melhores locais para se admirar o pôr do sol e a Ponte Hercílio Luz.

Ribeirão da Ilha
Localizada no Sul da Ilha, foi a primeira comunidade habitada de Florianópolis. Ainda hoje se pode apreciar as antigas casas de estilo açoriano que são, junto com as fazendas marinhas de cultivo de ostras (a região é uma das maiores produtoras do molusco do Brasil), as principais atrações do lugar. Há boa oferta de restaurantes especializados em ostras e frutos do mar.


Palhoça


Enseada de Brito
Fundada em 1750, preserva a cultura açoriana. O casario centenário, tombado pelo Patrimônio Histórico, e a maricultura são os principais atrativos da região.


São José


Centro Histórico
Conjunto de casas, monumentos e edificações centenárias com estilo colonial e açoriano (ver Patrimônio histórico).


São Pedro de Alcântara


Comunidade de Santa Filomena
Reúne edificações históricas tombadas pelo Governo Estadual. SC-407, Santa Filomena.


Caminho dos Cânyons

Araranguá


Balneário de Ilhas
A bela paisagem do encontro do rio com o mar é só uma das atrações dessa antiga colônia de pescadores, onde se encontram as raízes do município de Araranguá. Em visita ao local, conheça também o artesanato feito com junco (uma fibra vegetal), com destaque para as esteiras de praia e para os artigos de decoração. Acesso por balsa a partir do Balneário Morro dos Conventos ou pela ARA-250, rodovia municipal que liga a área rural da cidade à vizinha Maracajá.


Costa Verde e Mar

Balneário Camboriú


Bairro da Barra
Vila de pescadores tipicamente açoriana que preserva a herança cultural dos colonizadores na gastronomia, no artesanato e em suas edificações históricas, como a Igreja Nossa Senhora do Bom Sucesso (conhecida como Igreja de Santo Amaro), a Casa Linhares e a Praça dos Pescadores.


Penha


Armação do Itapocorói
Vila de pescadores que foi o berço da colonização açoriana da região. Nos 800 m da orla destacam-se as tradicionais embarcações de pesca artesanal, bem como as dezenas de restaurantes especializados em frutos do mar.


Porto Belo


Sertão do Valongo
Núcleo remanescente de quilombo onde se fixaram os colonizadores pioneiros, libertos após a abolição da escravatura no Brasil. Hoje, a comunidade rural adventista formada por descendentes de escravos destaca-se pelo projeto Cerâmica Valongo. Vale a pena conferir as peças produzidas pelos jovens da comunidade.
ceramicavalongo.blogspot.com


Vale Europeu

Blumenau


Vila Itoupava
O distrito da Vila Itoupava, situado a 25km do centro, é o mais típico recanto alemão da cidade. Seus moradores ainda preservam os aspectos culturais mais autênticos da colonização. Noventa por cento da população domina e fala corriqueiramente o idioma alemão. As casas de estilo enxaimel, com floreiras nas janelas, jardins bem cuidados e a gastronomia típica alemã são a verdadeira essência da Europa no Brasil.

Nova Rússia
Comunidade localizada a 17 km do Centro, foi colonizada por alemães e prussianos.


Indaial


Warnow
Localidade a menos de 10 km do Centro, preserva as primeiras casas enxaimel do povoado assentado em 1860. É onde fica a sede da mais antiga sociedade de atiradores de Santa Catarina. Encontram-se também nessa comunidade dois monumentos tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN): a ponte pênsil e a ponte de madeira coberta, sobre o Ribeirão Warnow.


Encantos do Sul

Garopaba


Centro Histórico
Compreende o casario açoriano distribuído pela orla e pelas ruas paralelas, a Praça 21 de Abril, a Igreja Matriz São Joaquim e a edificação conhecida como Vigia - antiga sede administrativa da armação baleeira de Garopaba, que hoje abriga uma galeria de arte e artesanato.


Jaguaruna


Centro Histórico
As edificações do núcleo urbano de Jaguaruna tiveram início em 1875, com a primeira igreja do município. O principal destaque é a Estação Ferroviária, de 1919, que rememora o desenvolvimento da cidade com a chegada da Ferrovia Tereza Cristina.


Laguna


Centro Histórico
Concentra cerca de 600 edificações tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), que podem ser observadas num passeio a pé pela cidade.


Urussanga


Vale do Rio Maior
Comunidade rural onde são encontradas as principais edificações históricas do município, com destaque para a propriedade da família Cancelier (tombada como patrimônio federal) e para a Igreja de São Gervásio e Protásio, construída pelos primeiros imigrantes entre 1909 e 1914 (fica às margens da SC-446). Outros atrativos da comunidade são as pousadas alternativas e as casas que comercializam artesanato e produtos coloniais.
Agendamento de visitas ou contratação de guias: (48) 3465-1664.

Centro Histórico
Ao redor da Praça Anita Garibaldi está o casario histórico do núcleo urbano de Urussanga. Destaque para a Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição (construída entre 1939 e 1944), que recebeu do Vaticano uma réplica em mármore da escultura La Pietà, de Michelangelo.


Caminho dos Príncipes

Jaraguá do Sul


Jaraguá do Sul foi colonizada por alemães, italianos e húngaros. Os povoados onde esses povos se fixaram possuem muitas atrações de interesse histórico, como igrejas e casas típicas. Ver em História e Cultura/Patrimônio Histórico Alemão, Patrimônio Histórico Italiano e Outros Patrimônios Históricos Europeus (ou em Jaraguá do Sul/Turismo Rural).


São Francisco do Sul


Centro Histórico

A memória da colonização portuguesa é preservada nos mais de 150 imóveis tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). O rico conjunto arquitetônico, adornado pela Baía de Babitonga, merece ser apreciado com calma, em passeios a pé.

Vila da Glória
Típica comunidade de pescadores situada em cenário de grande beleza natural, entre a Baía de Babitonga e a Serra do Mar, na área continental de São Francisco do Sul. A localidade abriga a Capela Nossa Senhora da Glória (1855), conta com diversos restaurantes e é também muito procurada por adeptos do ecoturismo. Há trilhas em meio à mata que levam a belas cachoeiras (informe-se sobre visitas guiadas na Secretaria de Turismo e Lazer) e áreas para cavalgadas. Acesso por barco, partindo do Centro Histórico até a comunidade, ou por estradas vicinais a partir de Itapoá, Garuva e Joinville.


Vale do Contestado

Porto União


Santa Cruz do Timbó
Maior distrito de Porto União, reúne moradores de diversas origens, como poloneses, ucranianos e os índios da reserva existente no local. Estas comunidades mantém vivas suas tradições através do artesanato e dos grupos folclóricos.


Treze Tílias


Linha Babenberg
Esta colônia austríaca abriga a primeira igreja construída no município, situada no local onde os primeiros imigrantes se instalaram. No Dia das Mães e no dia de Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro) a gruta próxima à igreja é destino de muitas romarias. A 7 km do Centro.

Linha Pinhal
Colônia formada por descendentes de italianos que mantêm suas tradições na arquitetura, nos costumes e na gastronomia. Há cantinas e produtos coloniais. A 10 km do Centro.


Caminhos do Alto Vale

Rio do Sul


Bela Aliança
Comunidade de origem alemã, onde se iniciou a história do município. Os visitantes podem visitar o apiário, pesque-pague e queijaria, além de degustar cachaça artesanal. Serve café colonial e almoço típico alemão. Nas redondezas, destaca-se a Cachoeira Alto Matador (ou Cachoeira da Magia), de 36 m.