Curiosidades

Além dos tradicionais pontos de interesse histórico e cultural, Santa Catarina possui atrações peculiares. De locais que foram palco de combates sangrentos a estações ferroviárias transformadas em espaços culturais. De crateras de meteoritos caídos há milhões de anos a antigos quilombos. De pontes de grande valor histórico em suas regiões a cemitérios e monumentos inusitados. Confira outras atrações e curiosidades catarinenses.

Grande Florianópolis

Anitápolis


Serra da Garganta
Em 1930, foi palco de um sangrento combate entre os revolucionários gaúchos a favor de Getúlio Vargas e os soldados da força pública catarinense. Fica a 18 km do Centro.


São Pedro de Alcântara


Caminho das Tropas
Aberto em 1787, conserva trechos pavimentados pelos escravos com pedras brutas, em meio à exuberante Mata Atlântica. Inicia no centro da cidade.


Vale Europeu

Blumenau


Vapor Blumenau
Embarcação usada desde 1895 para agilizar o transporte fluvial entre Blumenau e Itajaí, contribuiu ativamente para o progresso do município. Hoje, encontra-se atracada no local conhecido como Prainha. Praça Juscelino Kubitschek, Ponta Aguda.

Sociedades de Atiradores
Blumenau é a cidade com o maior número de agremiações de atiradores do mundo, com cerca de 40 clubes. A prática do tiro tinha, historicamente, o objetivo de defesa dos territórios. Hoje, no entanto, a tradição dos colonizadores está voltada para os campeonatos esportivos e festas típicas. A cidade sedia ainda a Federação Catarinense de Tiro ao Alvo, que congrega 120 clubes e organiza competições de diversas modalidades. Associação e Museu dos Clubes de Caça e Tiro de Blumenau: terça a sexta, 10h às 16h; sábado, domingo e feriados, 10h às 15h.
Rua Dr. Pedro Zimmermann, 10.377, Itoupava Central.
Fone: (47) 3339-0590.
www.clubesdecacaetiro.com.br/
www.museuclubesdecacaetiro.com.br

Relógio das Flores
Inaugurado em 2000, em comemoração aos 150 anos de Blumenau, funciona à energia elétrica. Em todo o país existem apenas 5 relógios de flores. Este é o único no estado.
Praça Victor Konder (Prefeitura Municipal)

Cemitério dos Gatos
Edith Gaertner, sobrinha-neta do Dr. Blumenau, tinha grande afeto pelos gatos. Ao morrerem, os felinos eram enterrados com direito a funeral e cortejo fúnebre. Com o passar do tempo, o local acabou se tornando atração turística e tema de programas de notícias em âmbito nacional.
Alameda Duque de Caxias, 64 - Centro


Brusque


Avião simulador
Avião da North American T-6D, usado pela FAB na década de 1940, possui uma cabine interativa que possibilita o acesso a todos os pontos turísticos de Brusque, simulando um voo sobre a cidade. Está situado junto ao Parque Municipal Leopoldo Moritz.


Indaial


Ponte dos Arcos
Datada de 1926, foi a primeira ponte de concreto armado erguida sobre o Rio Itajaí-Açu. Reformada em 1988, ganhou duas passarelas laterais para pedestres. Centro.


Serra Catarinense

Bom Retiro


Calçada e Costão do Frade
Situada no interior de uma mata, tornou-se local de interesse turístico devido a presença de vestígios de uma calçada de pedra feita por escravos no século XVIII. Na região há uma gruta natural que virou ponto de peregrinação de fiéis.


Correia Pinto


Confraria do Monge
Homenagem a João Maria de Agostinho, monge andarilho que percorreu a região no século XIX, tido como profeta. No local, além de um restaurante, há uma trilha ecológica com passagens que contam a história do monge e uma estátua esculpida em pedra arenito. Quarta a segunda, 11h às 16h; quarta a sábado, 11 às 16h e 19h às 23h.
BR-116, Km 236.
Fone: (49) 8802-0050.


São Joaquim


Estação Experimental da Epagri
Centro de pesquisas agrícolas, fundamental para a consolidação do cultivo da maçã na Serra Catarinense. Segunda a sexta, 8h às 12h, e 13h30 às 17h30.
Rua João Araújo de Lima, 102, Jardim Caiçara.
Fone: (49) 3233-0324.


Urupema


Taipas
Muros de pedras basalto com cerca de 1 m de altura (alguns construídos no século XVIII), erguidos para dividir fazendas e outras propriedades rurais, limitar a área do gado ou simplesmente indicar o caminho para os tropeiros. As taipas são uma tradição centenária e podem ser vistas na entrada da cidade e em vários locais do município e da Serra Catarinense.


Caminho dos Príncipes

Campo Alegre


Estrada Dona Francisca
Quedas d’água, uma antiga ponte construída por escravos e algumas propriedades rurais compõem o cenário dessa famosa rodovia (a segunda estrada carroçável do Brasil).


Garuva


Monte Crista e escadaria dos jesuítas
Supõe-se que a escadaria que leva ao topo do monte tenha sido construída pelos padres jesuítas no século XVIII. Hoje, o local é considerado pela comunidade esotérica como um importante campo energético. Na base da montanha há uma pousada que oferece terapias alternativas de cura e autoconhecimento.

Caminho de Peabiru
Garuva faz parte dessa rota milenar que liga o Oceano Atlântico ao Pacífico, cruzando a América do Sul de Leste a Oeste. O caminho, que passa pelo Brasil, Paraguai, Bolívia e Peru, é repleto de riquezas naturais e históricas, tendo sido usado para migrações de povos indígenas e, mais tarde, em missões religiosas e no desbravamento e ocupação de vários territórios.

 


Jaraguá do Sul


Estações Ferroviárias
A Biblioteca Pública Municipal, a Fundação Cultural e o Museu da Paz (com acervo referente à II Guerra Mundial) funcionam nas antigas estações ferroviárias de Jaraguá do Sul, atualmente restauradas. Museu da Paz: segunda a sexta, 8h às 11h30 e 13h às 17h.
Av. Getúlio Vargas, 405, Centro.
Fone: (47) 2106-8700.


Rio Negrinho


Praça Tenente Aviador Oldegar Olsen Sapucaia
Possui um monomotor T-6 em alusão à II Guerra Mundial.

Prefeitura

O prédio é inspirado nos saloons do Velho-Oeste norte-americano.
Rua Richard S. de Albuquerque, 200, Centro.
Fone: (47) 3646-3600.

Estação Ferroviária de Rio Negrinho

Compreende o antigo terminal de cargas, a garagem para as locomotivas, bem como alguns vagões e casas dos funcionários da ferrovia. Há também no local um pequeno museu com peças usadas nas locomotivas.
Rua da Estação, s/n, Centro.
Fone: (47) 3644-7000.
www.abpfsc.com.br


São Francisco do Sul


Ilha da Rita
Durante a II Guerra Mundial, a ilha serviu de base para abastecimento de navios da esquadra brasileira. Atualmente, sedia a administração do Porto.

 


Vale do Contestado

Campos Novos


Cemitério da Invernada dos Negros
Atualmente abriga núcleo de descendentes de escravos. Distante 22 km do Centro, com acesso por estrada asfaltada.

Ponte pênsil
Substitui a antiga ligação rodoviária entre os municípios de Campos Novos e Celso Ramos, submersa por causa das obras da Usina Hidrelétrica Campos Novos.


Frei Rogério


Parque Sino da Paz
Possui um monumento com a forma do tsuru (pássaro comum no Japão) e um sino do templo Daionji, doado em 1998 pela Província de Nagasaki. Todo ano, entre 6 e 9 de agosto, datas das explosões das bombas atômicas sobre Hiroshima e Nagasaki, o sino é utilizado numa cerimônia em memória às vítimas. Alguns sobreviventes da catástrofe residem na comunidade.
SC-451, a 25 km de Curitibanos.


Itá


Torres da Antiga Igreja Matriz
Únicas reminiscências da antiga cidade de Itá que podem ser vistas ainda hoje na represa da Usina Hidrelétrica de Itá.


Itaiópolis


Túnel e pontes de metal e concreto da Rede Ferroviária Federal
Construídos na década de 1930, estão localizados a 4,5 km, 16, 18 e 25 km do Centro.

Antiga Estrada da Mata
Rota de tropeiros no século XIX que ajudou a definir o traçado da BR-116.


Mafra


Ponte Metálica Dr. Diniz
Construída em 1896, a ponte (110 m) faz a ligação entre Santa Catarina e o Paraná, passando sobre o Rio Negro.


Porto União


Estação ferroviária
Cercada por outras construções do início do século XX, abriga uma maria-fumaça que faz passeios pelos arredores. O trilho da linha de trem é a divisa entre Porto União e União da Vitória (PR), que já esteve integrada ao município antes da Guerra do Contestado. Diariamente, 8h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30.
Praça Hercílio Luz, s/n, Centro.
Fone: (42) 3522-0649 – Fundação Cultural.


Vargeão


Domo de Vargeão
Cratera de 12 km de diâmetro criada pela queda de um meteorito há 100 milhões de anos. Pode ser avistada a partir do mirante conhecido como Acesso do Meio. Segundo estudos recentes, a argila encontrada no local pode ter aplicações terapêuticas e estéticas.


Videira


Estação Ferroviária
Transformada em espaço de lazer, abriga loja de artesanato e loja de vinhos típicos da região. Ao lado, funciona o posto de informações turísticas, uma réplica da antiga Casa do Telégrafo.
Rua Nicolau Cavon, 51, Centro


Grande Oeste

Chapecó


Praça Coronel Bertaso
Sede da Galeria Municipal de Artes, tem mural histórico cultural relatando o ciclo da madeira de Chapecó, além de parque infantil e fonte luminosa com jato d’água. Centro.


Caminhos da Fronteira

Dionísio Cerqueira


Marco das Três Fronteiras

Local de relevância política, cultural e religiosa, onde podem ser encontradas as imagens de Nossa Senhora Aparecida (padroeira do Brasil) e da Virgem de Luján (padroeira da Argentina) - cada uma voltada em direção ao seu país de origem. Brasileiros e argentinos de toda a região participam das missas que são realizadas no local todas as sextas-feiras. A poucos metros localiza-se o Memorial da Fronteira.
Av. Internacional, s/n, Centro.


Itapiranga


Marco das Três Fronteiras
Sinaliza o ponto de divisa entre Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Argentina. No local, há churrasqueiras, mesas e espaço para camping.
Linha Aparecida, interior.


Vale das Águas

Mondaí


Mural da Praça João Arno Koeln (Praça do Porto)
Registra a história da colonização da cidade e da região. A praça onde está instalado foi o ponto de partida dos colonizadores do Oeste catarinense.
Av. Porto Feliz, s/n, Centro.


Encantos do Sul

Nova Veneza


Gôndola veneziana
Vinda diretamente da cidade italiana coirmã, a embarcação fica ancorada no lago da Praça Humberto Bortoluzzi. É um dos 4 únicos exemplares fora da Itália e oferece ao visitante a possibilidade de tirar fotos e posar com o gondoleiro vestido a caráter.
Praça Humberto Bortoluzzi, Centro.

Pórtico de entrada
Possui no topo o Leão de São Marcos (símbolo da república de Veneza) e um caldeirão de ferro (alusivo à polenta que sustentava o esforço dos colonizadores). As bandeiras sobre os arcos relembram o pacto de amizade entre a cidade e o Vêneto, na Itália.

Chaminé
Monumento com altura superior a 20 m, construído em 1925 pela Firma Bortoluzzi. Destaca-se na praça batizada com seu nome, que é um dos locais onde se realiza a Festa da Gastronomia Italiana e o Carnevale di Venezia.


Orleans


Paredão do Zé Diabo
O artista sacro José Fernandes (conhecido localmente como Zé Diabo) entalhou cenas representativas de diversas passagens bíblicas em um paredão de pedra bruta, localizado às margens do Rio Tubarão, na passagem da estrada de ferro. Em Coloninha, a 500 m do núcleo urbano de Orleans.

 


Urussanga


Antiga estação ferroviária
Um passeio de maria-fumaça (com saída de Tubarão) movimenta o terminal ferroviário uma vez por mês. O local abriga a Associação Progoethe (dos vitivinicultores da região) e o Centro de Informações Turísticas (segunda a sexta, 8h às 17h30; sábado e domingo, 9h às 12h).
Rua Dona Lúcia Delfino da Rosa, 150, Estação.
Tel: (48) 3465-4739/6238.

 


Costa Verde e Mar

Porto Belo


Sertão do Valongo
Núcleo remanescente de quilombo onde se fixaram os colonizadores pioneiros, libertos após a abolição da escravatura no Brasil. Hoje, a comunidade rural adventista formada por descendentes de escravos destaca-se pelo projeto Cerâmica Valongo. Vale a pena conferir as peças produzidas pelos jovens da comunidade.
ceramicavalongo.blogspot.com


Caminhos do Alto Vale

Rio do Sul


Galo do Canta Galo
Escultura de sucata de 2m de altura em forma de galo, que canta todos os dias às 7h. O galo-despertador foi instalado no alto da ponte pênsil de madeira, sobre o Rio Itajaí-Açu.
Bairro Canta Galo, a 2 km do Centro.

Ponte dos Arcos
Inaugurada em 1937, fazia parte da Estrada de Ferro Santa Catarina, que até os anos 70 ligava o Alto Vale do Itajaí a Blumenau. Sumaré.


Caminho dos Cânyons

Sombrio


Calçadão Cultural
Museu a céu aberto que preserva engenhos de farinha e de cana-de-açúcar, moenda de torresmo, fornos, trilhadeiras, peças de cerâmica e uma canoa feita de um único tronco. Esculturas de teares e mosaicos completam as atrações do lugar.
Entre as avenidas Nereu Ramos e Getúlio Vargas, no Centro.