Patrimônio Histórico Italiano

Os italianos foram a maior corrente de imigração do estado. Em todas as regiões turísticas, há municípios de colonização italiana com edificações típicas – feitas com tábuas largas e pesadas, algumas com elaborados lambrequins e outras com varandões e vistas espetaculares. Destaque para as cidades de Urussanga, Orleans, Rodeio, Nova Trento, Tangará, Pinheiro Preto, Ascurra e Botuverá, entre outras. Já em Nova Veneza, a atração é o conjunto de casas de taipas de pedras construídas pelos imigrantes.

Vale do Contestado

Concórdia


Igreja de Pinheiro Preto
Toda de madeira, tem arquitetura típica italiana.
Rua Silvino Ciarini, 535, Industriários. Fone: (49) 3442-1772.


Treze Tílias


Linha Pinhal
Colônia formada por descendentes de italianos que mantêm suas tradições na arquitetura, nos costumes e na gastronomia. Há cantinas e produtos coloniais. A 10 km do Centro.


Encantos do Sul

Criciúma


Praça Nereu Ramos
Está situada na região que abrigou os primeiros estabelecimentos comerciais do município. Nas redondezas, existem várias construções de importante valor histórico, como a Catedral São José e a Casa de Cultura. O calçadão da praça também é palco da Feira do Livro de Criciúma, em agosto.


Nova Veneza


Casas de Pedra
Conjunto arquitetônico tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Compreende 3 casas de pedras construídas pelos imigrantes italianos em 1891. Localizadas a 2,6 km do Centro, na Via do Imigrante (antiga estrada rural que liga Nova Veneza ao Distrito de Caravaggio). O trajeto pode ser feito de carro (10 minutos) ou a pé, passando por paisagens rurais e matas nativas (50 minutos). Agendar visita no Centro de Informações Turísticas.
Rua dos Imigrantes, s/n, Centro. Fone: (48) 3436-5173 / 3436-1168.

 


Orleans


Patrimônio histórico
Os Roteiros Nacionais de Imigração (catalogados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN) passam por Orleans. A Casa Barzan (edificação de 1929, em Palmeira Alta) é considerada um monumento nacional da imigração italiana. Destaca-se também a Igreja Matriz Santa Otília, construída em 1922 no mesmo local onde os colonizadores ergueram a primeira capela do município (1886).


Urussanga


Vale do Rio Maior
Comunidade rural onde são encontradas as principais edificações históricas do município, com destaque para a propriedade da família Cancelier (tombada como patrimônio federal) e para a Igreja de São Gervásio e Protásio, construída pelos primeiros imigrantes entre 1909 e 1914 (fica às margens da SC-446). Outros atrativos da comunidade são as pousadas alternativas e as casas que comercializam artesanato e produtos coloniais.
Agendamento de visitas ou contratação de guias: (48) 3465-1664.

Centro Histórico
Ao redor da Praça Anita Garibaldi está o casario histórico do núcleo urbano de Urussanga. Destaque para a Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição (construída entre 1939 e 1944), que recebeu do Vaticano uma réplica em mármore da escultura La Pietà, de Michelangelo.

Sítio Família Bez Fontana
Propriedade, de 1927, que inclui sobrado, oratório, serraria e engenho movido por roda-d’água. É tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Agendar visita.
Estrada Geral Rio América Baixo, s/n, Rio América Baixo. Fone: (48) 3465-1959.


Caminho dos Príncipes

Jaraguá do Sul


Capela Duquesa de Chartres
Edificação de 1951, tombada pelo Patrimônio Histórico Municipal.
Rua Manoel Francisco Costa, s/n, Vila Chartres.

Casa Vitório Schiochet
Edificação de tijolos à vista, com forro em estuque e varanda em arcos. Tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Rodovia municipal JGS-240 (Estrada Geral Itapocu Hansa), 8.315, Nereu Ramos.



Casa Eurides Silveira
Moinho movido a roda d’água e uma pequena coleção de objetos coloniais são as atrações dessa residência tipicamente italiana, construída em 1912.
Rodovia municipal JGS-240 (Estrada Geral Itapocu Hansa), s/n, Nereu Ramos.


Serra Catarinense

Lages


Palácio Municipal
Prédio com influência arquitetônica italiana, sede da Prefeitura de Lages. Segunda a sexta, das 13h às 19h.
Rua Benjamin Constant, 13, Centro. Fone: (49) 3221-1000.