Ermo

A colonização do município começou na época de povoamento do Vale do Araranguá, entre 1848 e 1880, primeiro pelos açorianos e, a partir de 1920, por italianos. Os primeiros moradores foram Pedro Valente Lourenço, Xisto Tomazi, Pedro Rocha, Josué Votri, Luiz Abatti e Pedro Simon. Este último, graças à extração da madeira, tornou-se o primeiro industrial do povoado, trabalhando com a fabricação de móveis. Como não havia energia elétrica, Simon construiu um moinho d’água. Depois de disponibilizada a eletricidade, investidores de diferentes regiões estabeleceram-se no município, fundando inúmeras casas comerciais. Mais tarde, com a mecanização das lavouras, ocorreu o êxodo rural e as pequenas indústrias desapareceram. O nome “Ermo” foi dado pelos imigrantes, que consideravam o local de difícil acesso por causa das matas e das várzeas alagadas. Distrito de Turvo desde 1956, o novo município foi o primeiro da América do Sul a ter um plebiscito computadorizado. O resultado foi indiscutível: 98% da população votaram pelo "sim", optando pela emancipação da localidade.

Localização Geográfica

veja o mapa ampliado
Agenda
Pesquisar