Pouso Redondo

O nome de Pouso Redondo deu-se pelo fato de no século XIX ter sido um local de passagem de tropas de gado conduzida por tropeiros que saíam da região dos campos de Lages, Curitibanos e do Rio Grande do Sul, dirigindo-se descendo a serra para Ibirama, Blumenau e Itajaí. O lugar acabou tornando-se parada obrigatória para esses viajantes, pelo fato de estar a meio caminho dos campos serranos e da região litorânea, pois o descanso das tropas era levado muito a sério, e durante a viagem as paradas deveriam ser feitas a uma distância regular para não comprometer a tropilha. Enquanto o gado descansava, os tropeiros organizavam o lugar de pouso, tomavam chimarrão, preparavam o arroz de carreteiro, o churrasco e o revirado que traziam para alimentação. Desse local de pouso, de forma arredondada, surgiu o topônimo de Pouso Redondo. A pequena vila que ali se formou com esse nome estava aproximadamente 2,5 Km da atual cidade. Onde hoje está a cidade, formou-se uma pequena vila que levou o nome de "Barreira", pois na segunda metade da década de 20, o Governo do Estado ordenou que ali fosse criada uma barreira para arrecadação de tributos, pois consistia uma passagem obrigatória para quem tomasse direção à Serra ou ao Litoral. Com o passar dos anos, o crescimento habitacional foi maior na barreira, atraindo para ali a sede do distrito criado em 1933 com o nome de Pouso Redondo.

Localização Geográfica

veja o mapa ampliado
Agenda
Pesquisar