São Francisco do Sul

São Francisco do Sul é um dos destinos turísticos mais visitados de Santa Catarina. A cidade respira história em seu conjunto urbanístico e arquitetônico, com mais de 400 imóveis tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). A ocupação da ilha onde se situa a cidade teve início em 1504 com a passagem do navegador francês Binot Paulmier de Gonneville. Os portugueses só apareceram no século seguinte, colonizando a região e fundando o primeiro povoado de Santa Catarina: Nossa Senhora da Graça de São Francisco do Sul (1658). O município ainda preserva o clima tranquilo de outros tempos, apesar de possuir um dos mais importantes e movimentados portos do país. Além do Centro Histórico, outras atrações merecem ser apreciadas, como as praias, cachoeiras, manguezais, dunas, restingas, lagoas e florestas de Mata Atlântica.

Ecoturismo e Esportes de Aventura

Trekking, Canyoning, Rapel, Cascading e Tirolesa


Morro do Pão de Açúcar
Trekking até o topo do morro (150 m), que possui vista panorâmica da Ilha de São Francisco do Sul e do Porto de Paranaguá, no Paraná. Via Expressa, entre o Porto e a Praia de Paulas (a 2 km do Centro).

Morro da Enseada
Trekking por escadaria até o cume do morro. Praia da Enseada.

Morro do Forte (Morro João Dias)
Trekking até o topo do morro, de onde se tem uma bela vista da Ilha da Paz e da entrada do canal da baía. No local, encontram-se 4 canhões de 1910. A subida também pode ser feita de carro. Praia do Forte, a 15 km do Centro.

Cachoeira do Camaleão
Rapel com 15 m de descida finalizando numa piscina natural. Ideal para iniciantes. Outras opções são as cachoeiras do Relógio, do Ribeirão Cacilda, do Salto do Júlio e da Grota Funda.


Surfe


Prainha
Boas ondas o ano inteiro.


Pesca


Baía de Babitonga

Ao fundo o Centro Histórico

Ao fundo o Centro Histórico


Um dos principais locais para a pesca do robalo.

Balneário de Enseada
Ótimo ponto para pesca de arremesso em costão, é farto em garoupas, badejos, pirajicas, anchovas, xaréus e outros peixes. Há também opções de pesca oceânica na região.

Mais Informações



Escuna Maraike
Fone: (47) 3444-4390/9974-7266
www.escunamaraike.com.br

Marujo Amigo Ramos
Fone: (47) 3449-0875/9974-3986
www.marujoamigo.com.br


Eventos

Festas Típicas


Festilha – Festa de Tradições da Ilha
Com shows, apresentações culturais e gastronomia típica, celebra as tradições e o folclore de São Francisco do Sul. Em abril, à beira-mar e pelas ruas do Centro.


Compras

Artesanato


Artesão, artesanato em madeira
Leve de lembrança os tradicionais barquinhos de madeira e adquira também produtos feitos de cipó ou bambu, além de esculturas em madeira, pinturas em tela, trabalhos com artigos marinhos e bordados.

Mais Informações



Mercado Público Municipal
De segunda a sexta, das 7h30min às 18h30min; sábados, das 7h30min às 13h; domingos, das 8h às 14h.
Rua Babitonga, 65, Centro.

Casa Familiar do Mar
Avenida Dr. Nereu Ramos, 3.131, Rocio Grande.
Fone: (47) 3444-2316.


História e Cultura

Patrimônio Histórico Açoriano


Centro Histórico

A memória da colonização portuguesa é preservada nos mais de 150 imóveis tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). O rico conjunto arquitetônico, adornado pela Baía de Babitonga, merece ser apreciado com calma, em passeios a pé.

Mercado Público Municipal

Inaugurado em 1900 como entreposto comercial, atualmente abriga lojas de artesanato e possui shows de música ao vivo aos sábados. Segunda a sexta, 7h30 às 18h30; sábado, 7h30 às 13h; domingo, 8h às 14h. Rua Babitonga, 65, Centro.

Cariocas
Bicas públicas d’água que abasteciam a antiga vila. Apenas 3 continuam em funcionamento: a da Rua Benjamin Constant (com azulejos portugueses), a da Rua Marcílio Dias (em estilo colonial) e a da Rua Coronel Oliveira (construção original).



Forte Marechal Luz
Inaugurado em 1909 em substituição ao antigo forte, abriga também um museu. Dezembro a março, diariamente, 8h às 18h; demais meses, terça a domingo, 8h30 às 11h30 e 13h30 às 17h.
Estrada Geral do Forte, s/n, Praia do Forte (15 km do Centro).
Fone: (47) 3442-2131.

Igreja Matriz Nossa Senhora da Graça
Construção de 1699, chama a atenção entre os bens tombados no Centro Histórico da cidade.
Praça Getúlio Vargas, 180, Centro. Fone: (47) 3444-5093.

Museu Histórico de São Francisco do Sul
No prédio do século XVIII são preservados objetos, mapas e fotos sobre a história da cidade. Destacam-se 2 exemplares de moinho (um de cana e outro de mandioca) usados por imigrantes açorianos. Terça a sexta, 8h às 18h; sábado, domingo e feriados, 10h às 18h.
Rua Coronel Carvalho, s/n, Centro Histórico. Fone: (47) 3444-5443.


Bairros Históricos e Localidades Típicas


Centro Histórico

A memória da colonização portuguesa é preservada nos mais de 150 imóveis tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). O rico conjunto arquitetônico, adornado pela Baía de Babitonga, merece ser apreciado com calma, em passeios a pé.

Vila da Glória
Típica comunidade de pescadores situada em cenário de grande beleza natural, entre a Baía de Babitonga e a Serra do Mar, na área continental de São Francisco do Sul. A localidade abriga a Capela Nossa Senhora da Glória (1855), conta com diversos restaurantes e é também muito procurada por adeptos do ecoturismo. Há trilhas em meio à mata que levam a belas cachoeiras (informe-se sobre visitas guiadas na Secretaria de Turismo e Lazer) e áreas para cavalgadas. Acesso por barco, partindo do Centro Histórico até a comunidade, ou por estradas vicinais a partir de Itapoá, Garuva e Joinville.


Museus, Casas de Cultura, Memoriais e Monumentos




Museu Nacional do Mar
O Museu Nacional do Mar pode ser compreendido como um território para salvaguarda do patrimônio naval brasileiro. Criado no ano de 1922, com o objetivo de reunir acervo de embarcações representativas da diversidade do patrimônio naval brasileiro, o Museu Nacional do Mar está instalado nos antigos armazéns da extinta Companhia de Navegação Hoepcke, onde é possível ainda visualizar os antigos trilhos para vagonetes que ligavam os amplos galpões aos trapiches que serviam ao atracamento de navios.
A construção ainda hoje está em sintonia com o mar à beira da bela Baia da Babitonga, na cidade de São Francisco do Sul. No passado, os armazéns guardavam erva-mate, sal e outros produtos. Presenciavam a circulação de inúmeros trabalhadores, passageiros e comerciantes interessados no transporte marítimo.
O prédio foi restaurado e hoje serve de porto seguro para vários tipos de canoas, como as de um pau só, as bordadas do litoral catarinense, as do baixo São Francisco, as de tolda ou Sergipana e a Biondina do Rio Grande do Sul. Há também baleeiras de casco liso ou trincado pintada de cores vivas que são, do ponto de vista da carpintaria, verdadeiras obras-primas. Traineiras, botes, jangadas de cinco paus, jangadas de tábuas, saveiros descendentes do caravelões da costa e do cúter do Maranhão são outras peças que podem ser encontradas no acervo. As embarcações estão distribuídas em salas temáticas e são originais, configurando os mais expressivos barcos tradicionais do país.
Na sala dedicada a Amyr Klink, o visitante tem condições de observar a canoa que o famoso navegador brasileiro ganhou quando criança. O barco IAT, de propriedade dele, atualmente não está em exposição, pois encontra-se em processo de restauro.
No museu, pode-se ainda conhecer as Coleção Alves Câmara do século XXI, que é reprodução original da que se encontra no espaço cultural da Marinha do Brasil, com sede na cidade do Rio de Janeiro. A coleção leva o nome do então ministro da marinha que, em comemoração ao centenário de abertura dos portos, solicitou aos diversos estados brasileiros a doação de modelos de suas embarcações típicas, tendo vários deles aderido ao projeto.
Em 2005, estimulada por Amyr Klink, surgiu a ideia de reproduzir a coleção em escala (1:25). Nascia, então, a Coleção Alves Câmara do século XXI, que atualmente possui 88 modelos de embarcações tradicionais de todo o Brasil, agregando outros tipos tradicionais além dos já existentes.
A Coleção do século XXI foi tombada em 2010 e contou com a colaboração, para sua formação, dos modelistas Carlos Heitor Chaves, Lauro Luiz Pereira Junior (Laurinho) e Conny Baumgart, este último o produtor de barcos e de réplicas de passarinhos. Por seu apuro técnico, ela só é comparável no mundo à coleção do Almirante Pâris, que está sob a tutela do Museu da Marinha da França, em Paris.
Além da Coleção Alves Câmara do século XXI, o acervo do Museu Nacional do Mar é composto por 91 embarcações em tamanho real, cerca de 150 miniaturas que estão expostas na sala do modelismo, e pela Biblioteca Kelvin Duarte, formada por mais de mil e quinhentos volumes de temática naval, incluindo obras raras, fotografias, desenhos e cartas náuticas.
O acervo integral do Museu Nacional do Mar é protegido por Lei Federal, devido a importância e ao significado no contexto da preservação da memória do patrimônio naval brasileiro e das culturas ribeirinhas e litorâneas.
Horário de Funcionamento:
De terça a sábado, das 9h às 18h;
Aos sábados e domingos, das 10h às 18h.
A visitação de escolas e grupos deve ser agendada previamente por meio do e-mail: agendamento@museunacionaldomar.com.br
Rua Manoel Lourenço de Andrade, s/n – Centro Histórico – São Francisco do Sul/SC.
Tel.: 47 3444-1868 / 47 3444-2612
contato@museunacionaldomar.com.br
www.fcc.sc.gov.br/museudomar


Igrejas


Igreja Matriz Nossa Senhora da Graça

Construção de 1699, chama a atenção entre os bens tombados no Centro Histórico da cidade.
Praça Getúlio Vargas, 180, Centro.
Fone: (47) 3444-5093.


Curiosidades


Ilha da Rita
Durante a II Guerra Mundial, a ilha serviu de base para abastecimento de navios da esquadra brasileira. Atualmente, sedia a administração do Porto.

 


Gastronomia

Gastronomia Açoriana


Paella de frutos do mar

Paella de frutos do mar



Prove os saborosos pratos à base de frutos do mar. No Centro Histórico, nas praias e na Vila da Glória há diversos restaurantes especializados na culinária local.


Praia e Natureza

Praias


Praias

Praia de Ubatuba

Praia de Ubatuba



As de melhor infraestrutura são a da Enseada (ideal para famílias) e a de Ubatuba (onde acontecem competições de vôlei no verão). Para o surfe a mais procurada é a Prainha, que também tem vida noturna agitada. Competições náuticas acontecem no Balneário de Paulas. Já o Balneário do Capri tem como destaque um iate clube. As praias do Molhe e do Forte possuem mar aberto, a Bonita tem sambaquis e a Praia Grande é a de natureza mais preservada. As praias do Ervino, de Itaguaçu, do Calixto, da Figueira e dos Ingleses são outras boas opções.


Ilhas


Ilha da Paz
Além de possuir belas praias cercadas por costões rochosos, possui um farol construído em 1905. Arquipélago da Graça.

Ilha da Rita
Durante a II Guerra Mundial, a ilha serviu de base para abastecimento de navios da esquadra brasileira. Atualmente, sedia a administração do Porto.


Passeios de Barco


Baía Babitonga

Passeio de escuna pela Baia de Babitonga

Passeio de escuna pela Baía de Babitonga



De todo o litoral catarinense, a Baía de Babitonga é o melhor lugar para passeios em embarcações turísticas. O roteiro mais comum é o que vai até o porto da cidade, passando próximo às 14 ilhas da baía e fazendo parada no Centro Histórico. É possível fazer paradas para banho na Ilha das Flores e almoçar na Vila da Glória. Os turistas também podem optar por sair da Praia da Enseada para um passeio embarcado até a Ilha da Paz, onde há belas praias, costões rochosos e um farol de 1905.

[servico]

Barco Príncipe de Joinville III: capacidade para 350 pessoas. Possui piscina, restaurante e dois bares. Rua Pref. Baltazar Buschle, 3.870, Espinheiros. Fone: (47) 3455-4444. www.barcoprincipe.com.br

Escuna Maraike: Rua Babitonga, s/n, trapiche do Centro Histórico. Fone: (47) 9946-0706 / 9685-9498. www.escunamaraike.com.br
Glória Tour Transporte. Fone: (47) 3449-5105.


Cachoeiras, lagoas e outros recantos naturais


Baía Babitonga
De todo o litoral catarinense, a Baía de Babitonga é o melhor lugar para passeios em embarcações turísticas. O roteiro mais comum é o que vai até o porto da cidade, passando próximo às 14 ilhas da baía e fazendo parada no Centro Histórico. É possível fazer paradas para banho na Ilha das Flores e almoçar na Vila da Glória. Os turistas também podem optar por sair da Praia da Enseada para um passeio embarcado até a Ilha da Paz, onde há belas praias, costões rochosos e um farol de 1905.


Lazer e Entretenimento

Outros Espaços e Passeios


Porto de São Francisco do Sul
Operando desde 1920, é o quinto maior porto brasileiro em movimentação de contêineres. Podem ser feitas visitas guiadas ao local. Informe-se na Secretaria de Turismo e Lazer, no Centro Histórico.
Av. Eng. Leite Ribeiro, 782, Centro.
Fone: (47) 3471-1200.
www.apsfs.sc.gov.br


Localização Geográfica

veja o mapa ampliado
Agenda
Pesquisar