Vale Europeu

A herança cultural dos colonizadores alemães, italianos, austríacos, poloneses e portugueses é a grande marca dessa região catarinense, localizada no Vale do Itajaí. Famosa por sediar a maior festa alemã das Américas, a Oktoberfest de Blumenau, o Vale Europeu possui muitas outras atrações: da arquitetura típica à culinária, celebrada em grande estilo durante as Festas de Outubro; dos roteiros de compras pelas cidades-polo da indústria têxtil catarinense às celebrações religiosas que acontecem em vários de seus municípios; do ecoturismo ao turismo rural. Escolha o seu roteiro e boa viagem.

Viaje pela cultura europeia e divirta-se nas festas típicas.

No Vale Europeu, a arquitetura, os costumes, a gastronomia e até os dialetos que se ouve remetem ao velho continente. Em Blumenau, Pomerode, Brusque e Gaspar, a herança cultural alemã é predominante. Já em São João Batista, Rodeio e Nova Trento é a colonização italiana que se destaca. Em quase todos os 49 municípios da região há festas que celebram a herança cultural dos imigrantes europeus. A mais conhecida é a Oktoberfest (em outubro, em Blumenau). No mesmo mês acontecem ainda a Fenarreco (Brusque), a Festa do Imigrante (Timbó) e a Kegelfest (Rio do Sul). E a alegria continua no restante do ano, em eventos como a Festa Pomerana (Pomerode), a Anima Italiana (Rio do Sul), a Festitália (Blumenau), a Festa Trentina (Rio dos Cedros), a La Sagra (Rodeio) e a Weihnachtsmarkt (Ibirama), entre outras.

Encontre produtos de qualidade com preços competitivos.

Alguns municípios do Vale Europeu são conhecidos destinos para o turismo de compras. Brusque, por exemplo, é um dos principais polos têxteis do país, com artigos de cama, mesa, banho e vestuário. Já no ramo calçadista, o município de São João Batista é que se destaca, com vendas diretas pelas fábricas em pavilhões da SC-411. Rio do Sul se sobressai pela produção de jeans, vendidos em centros de compras que agrupam as produções de mais de 100 fábricas locais. Mas a primeira cidade do Vale Europeu a apostar no turismo de compras foi mesmo Blumenau, onde é possível encontrar cristais, porcelanas, têxteis, brinquedos e chocolates.

Ponha o pé na estrada e descubra os prazeres da vida no campo.

Viajar pelas estradas que interligam as cidades do Vale Europeu é um dos passeios mais agradáveis que você pode fazer em Santa Catarina. Em vários pontos, a paisagem é entrecortada por rios e cascatas. Em muitas regiões, propriedades rurais abrem suas portas para receber os visitantes, oferecendo hospedagem, atividades de lazer como pescarias, cavalgadas e trilhas, além de mesa sempre farta, com café colonial, produtos orgânicos e venda de produtos caseiros. As paisagens incluem casas de estilo enxaimel, moinhos, rodas-d’água, capelas e engenhos. O projeto Acolhida na Colônia agenda visitas a propriedades rurais em doze municípios do Vale Europeu.

Visite santuários, igrejas e as grutas religiosas do Vale Europeu.

O Vale Europeu abriga santuários católicos, capelas, oratórios, igrejas e grutas dedicadas a diversos santos. Só em Nova Trento são mais de 30 instituições ligadas à fé católica, incluindo o Santuário Santa Paulina – dedicado à primeira santa brasileira. O município já é o segundo destino religioso mais visitado do Brasil, atrás apenas de Aparecida do Norte, em São Paulo. Merecem destaque também o Santuário Nossa Senhora de Azambuja, em Brusque – o segundo mais importante de Santa Catarina – e a Gruta Nossa Senhora de Fátima, em Doutor Pedrinho. O Vale Europeu tem também igrejas luteranas em Blumenau, Aurora, Presidente Nereu e Ibirama, e até uma igreja ucraniana, no município de Santa Terezinha.

Descubra cenários incríveis para a prática de ecoturismo.

Os morros, vales, rios, cascatas e cachoeiras do Vale Europeu são um convite permanente para a prática de trekking, rapel, cascading, canyoning, mountain biking, voo livre e parapente. Outro esporte que se sobressai na região é o ciclismo. A tradição no uso de bicicletas – mais uma herança dos colonizadores europeus – deu origem ao primeiro circuito ciclístico intermunicipal do Brasil: o Circuito de Cicloturismo do Vale Europeu. São 300 km de percurso por vias secundárias, que atravessam nove municípios da região. Rio dos Cedros faz parte do roteiro e chama a atenção com seus belos lagos cercados de montanhas. Outra atração imperdível é a caverna de Botuverá, a maior do Sul do país e uma das mais belas da América Latina.

Confira o portal turístico dedicado ao Vale Europeu: www.valeeuropeu.tours.